Moulage: a história de como tudo começou


29
223 compartilhadas, 29 points

Oi pessoal, aqui é a Francys e a partir de hoje vou compartilhar com vocês minha experiência de mais de 15 anos estudando e trabalhando com a técnica de moulage. Será um conteúdo exclusivo aqui no blog da Maximus!

Bom, para começarmos a falar sobre a moulage, preciso contar pra vocês um pouco da história, como surgiu, seus usos e curiosidades.

Foto: Pinterest

Começando pelo termo, a palavra moulage é francesa e deriva do termo “moule”, que significa “moldar” ou “dar forma”. Intuitivo né?! Também é comum vermos por aí o termo em inglês, que é draping.

Agora que você já sabe a origem do termo, vamos passar para a história, que é tão antiga quanto a história da indumentária, pois gregos e romanos utilizavam a moulage para vestir-se. Eles enrolavam o tecido ao redor do corpo.

A técnica de moulage como conhecemos hoje, passou a ser difundida por Madeleine Vionnet, uma estilista francesa muito influente na década de 1920. Fascinada pelo universo da costura, ela aperfeiçoou o método, conferindo aos seus modelos um acabamento impecável e maleabilidade.

Madeleine também foi responsável pela disseminação do corte em viés. Historiadores contam que ela encomendava tecidos com 1,8 metros para realizar seus modelos.

Madeleine também foi a pioneira a utilizar manequins para desenvolver a roupa, possuía inclusive, um modelo em meia escala para estudar formas e volumes.

Foto: Pinterest

Outro período importante da moulage foi no auge da Alta-Costura francesa, na década de 1950. As maisons famosas como Chanel, Dior, Givenchy e Balenciaga usavam a moulage em suas criações. Inclusive esta ainda é uma das regras impostas pelo sindicato de Alta-Costura, as maisons devem utilizar essa técnica no desenvolvimento de suas coleções.

Foto: Pinterest

Atualmente a moulage continua sendo usada e difundida na criação de diversos tipos de coleções, desde a costureira que faz moda festa ou peças exclusivas sob medida, ao designer autoral que cria peças de vanguarda.

E então, o que acharam? Vocês já praticam a moulage? Me contem aqui nos comentários.

CLIQUE AQUI E GRATUITAMENTE O MEU E-BOOK MOULAGE: BLOCOS BÁSICOS!

👉 Você também pode adquirir um manequim lindo com design vintage assinado pela Maximus Tecidos no site da Draft Manequins: https://www.draftmanequins.com.br/

Beijos e até o próximo post!


Gostou? Compartilhe com seus amigos!

29
223 compartilhadas, 29 points

O que você achou desse post?

Não Gostei Não Gostei
0
Não Gostei
Confuso Confuso
1
Confuso
Engraçado Engraçado
0
Engraçado
Amei Amei
69
Amei
Incrível Incrível
11
Incrível
O Melhor O Melhor
3
O Melhor
Francys Saleh

Oi pessoal, tudo bem? Eu sou a Francys, atuo como professora em cursos de graduação há 10 anos e tenho várias paixões no mundo da moda, duas delas vou compartilhar aqui com vocês que é a moulage e os livros de moda. Também sou apaixonada pelas mídias então reuni esses interesses no perfil @livrosdemoda e também do canal no FrancysSaleh.com no YouTube.

6 Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    1. Oi Hilda, tudo bem? Não conheço nenhum pra te indicar.
      Na técnica de moulage francesa, nós adaptamos o manequim tradicional usando a “bourrage” que nada mais é do que um enchimento, adaptando o manequim ás medidas necessárias. Desta forma tu pode moldar o manequim de acordo com o corpo da cliente, ou seja, se ela tiver mais busto que o normal, quadril avantajado ou ainda, cintura mais larga, enfim, são muitas possibilidades de correção.

    1. Oi Helena, tudo bem? Acredito que no Senac tenha. Mas não sei como são as aulas.

      Estou preparando um curso online e você pode acompanhar os tutoriais gratuitos que disponibilizo nas minhas redes. A ideia é toda a semana compartilhar um tutorial diferente de blusas, mangas, golas, vestidos… Com essa base tu já consegue fazer entender os macetes da moulage e fazer muitas peças!

      https://youtu.be/dw7_MsIIDyE

Escolha um formato
Postagem
Compartilhe imagens com textos do seu trabalho.
Vídeo
Compartilhe o vídeo do seu trabalho.
Imagem
Compartilhe o recebimento do seu tecido ou suas criações.