Como identificar tecidos que encolhem?


5
75 compartilhadas, 5 points

Todo mundo tem uma história com tecidos que encolhem. Seja uma blusinha preferida que foi perdida depois da lavagem ou aquela lingerie que passou a incomodar. Será que existe alguma forma de evitar este tipo de surpresa desagradável?

Você vai compreender, nesse artigo, o porquê desse fenômeno acontecer e se há alguma forma de evitá-lo. Além disso, vamos ensinar uma forma simples de identificar tecidos que encolhem ao comprar uma roupa.

O que acontece com a roupa quando encolhe?

Na verdade, ela não encolhe. Isso mesmo, o que acontece, na verdade, é que a malha simplesmente volta ao tamanho original. Isso acontece porque no processo de fabricação a malha é esticada em máquinas para facilitar o processo.

Portanto, quando a malha é lavada e depois seca, o natural dela é voltar ao tamanho original. Hoje em dia, existem processos de fábrica para diminuir esse efeito, mas nenhum deles acaba completamente com o problema dos tecidos que encolhem.

Como identificar tecidos que encolhem?

A regra geral é que tecidos de malha natural sempre encolhem depois de algumas lavagens. Isso inclui o algodão, a lã, o linho e alguns tecidos a base de celulose. Quaisquer dessas malhas tem tendências a reduzirem seu comprimento original.

A solução, portanto, é procurar tecidos de malha artificial, como o nylon e o poliéster. Porém, nem tudo são flores. Isso porque esses tecidos dificultam a respiração natural da pele e, geralmente, são menos macios.

Por mais que não haja solução milagrosa, existem sim alguns cuidados que se deve ter para que o tecido não encolha. Elas se baseiam em evitar processos que causem a distorção do tecido, como os listados a seguir.

Existe alguma forma de evitar que isso aconteça?

  • Evite lavar em água quente ou secar com o calor

A água quente é famosa por causar dilatar materiais. O efeito mais claro disso é o que a umidade causa no cabelo. Ao ser lavado em água quente, o tecido será dilatado, e fatalmente retornará à forma original quando resfriar.

Pelo mesmo motivo, secar a roupa em secadoras à base de ar quente também não é recomendado. A malha, quando passa por esse processo, acaba tornando-se mais maleável, e encolherá quando resfriada.

  • Evite produtos químicos e alvejante em excesso

Qualquer produto químico em excesso pode prejudicar a malha, e isso vai além de tecidos que encolhem. O alvejante, porém, é campeão em destruir roupas, se usado em excesso. O desgaste do tecido também o torna mais maleável, gerando encolhimento.

Porém, o problema de encolher as malhas é o de menos. A questão maior aqui é a corrosão que o alvejante causa na malha, que eventualmente pode gerar rasgos, desbote ou assimetria no tecido.

Comumente, as etiquetas de roupas informam se ela pode ser lavada com alvejante e a temperatura máxima a que ela deve ser exposta. Isso é importante, ainda, para saber a que temperatura deve-se usar o ferro de passar.

  • Use malhas híbridas

O poliéster pode não ser o tecido mais recomendado em roupas do dia a dia, pelos motivos anteriormente citados. Porém, quando o assunto são malhas híbridas, a coisa muda de figura.

É comum fabricantes adicionarem uma porcentagem de poliéster em tecidos de lã ou algodão. Isso porque malhas sintéticas são mais difíceis de amassar, são mais resistentes e costuma ter cores mais vibrantes, que duram por mais tempo.

Portanto, a melhor forma de evitar os tecidos que encolhem é optar por malhas híbridas. A ideia é diminuir os efeitos negativos das malhas sintéticas, ao mesmo tempo que fortalece os pontos positivos das malhas naturais.


Gostou? Compartilhe com seus amigos!

5
75 compartilhadas, 5 points

O que você achou desse post?

Não Gostei Não Gostei
0
Não Gostei
Confuso Confuso
0
Confuso
Engraçado Engraçado
0
Engraçado
Amei Amei
6
Amei
Incrível Incrível
0
Incrível
O Melhor O Melhor
1
O Melhor
Camila Nishida

Oi gente! Aqui quem fala é a Camila Nishida, apaixonada por moda, estilos e tendências que mantém a nossa identidade. Sou apresentadora do Canal da Maximus Tecidos Finos no YouTube, onde busco trazer a essência de cada tecido de um jeito único para que você aprenda cada vez mais sobre o universo têxtil. Psicóloga de formação, tive meu coraçãozinho arrebatado pelo Junior e pelo mundo da moda!

0 Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Escolha um formato
Postagem
Compartilhe imagens com textos do seu trabalho.
Vídeo
Compartilhe o vídeo do seu trabalho.
Imagem
Compartilhe o recebimento do seu tecido ou suas criações.