fbpx

Como usar os tecidos da alfaiataria


8
8 points

A alfaiataria se faz muito presente no mundo da moda, mesmo sendo uma arte originada há aproximadamente 100 anos atrás. Uma das razões de ser uma arte tão conceituada ainda nos dias de hoje, é a utilização de tecidos nobre em seus trajes. E agora você vai descobrir como usar os tecidos da alfaiataria no seu dia a dia.

Mesmo que tenha sempre mantido o ar da tradicionalidade, a alfaiataria soube acompanhar as tendências da modernidade, adicionando em seu catálogo, tecidos modernos, que são de alta qualidade e prestígio no mercado de tecidos.

Além disso, quando a alfaiataria abriu seus horizontes para inserir as mulheres também como público consumidor, várias possibilidades de diferentes tecidos também foram adicionadas na arte de produzir roupas sob medidas.

Como usar os Tecidos da Alfaiataria

Como usar tecido de alfaiataria masculina

Há 100 anos, nascia a arte da alfaiataria, popularizada entre os homens da alta classe da sociedade, que prezavam pelo estilo, conforto e modelagens impecáveis. Porém, naquela época, ainda eram escassas as opções de trajes utilizados por eles.

Vamos listar abaixo os principais trajes da alfaiataria masculina, e quais os tecidos mais utilizados em suas confecções.

  • Terno: o primeiro e mais clássico traje da alfaiataria masculina, é bastante popular ainda hoje, e muito utilizado nos meios corporativos e formais. São feitos, em sua maioria do tecido de linho, que é de origem vegetal, que se caracteriza como uma fibra natural, trazendo leveza e conforto para as peças.
  • Esporte fino: os trajes de esporte fino são bem popularizados hoje, entre várias faixas etárias. Isso se deve ao seu conforto inegável, sem abrir mão do estilo e sofisticação que a alfaiataria proporciona. Pode ser confeccionado de linho, que já foi descrito anteriormente, e também de lã fria. A lã fria é um tecido nobre, de origem animal, altamente confortável, e proporciona um isolamento térmico que a faz confortável em qualquer clima, seja ele frio ou calor. Outra opção com ótimo custo x benefício são as versões sintéticas que possuem alta durabilidade com um valor mais acessível. É o caso da Alfaiataria Poliviscose.

Alfaiataria feminina

Originalmente, os alfaiates não atendiam clientes do sexo feminino, se limitando a atender apenas homens. Porém, ao final da Primeira Guerra Mundial e a primeira onda feminista em alta, as mulheres conquistaram espaço nessa arte.

Hoje, talvez até mais popularizada na moda feminina, a alfaiataria também mantém sua tradicionalidade, e abrangeu novos tecidos em suas produções, como por exemplo:

  • Crepe Alfaiataria: O tecido crepe alfaiataria está cada vez mais em alta. Ele é bem encorpado, de caimento mais pesado e com ótima elasticidade. Isto proporciona muito conforto e liberdade de movimentos para quem o veste.Tem o toque macio e uma textura opaca, sem brilho. É o queridinho da moda casual chic porque é ideal para confecção de peças clássicas de alfaiataria que sejam mais justinhas, uma vez que se adapta muito bem ao corpo.
  • Zibeline: Que é um tecido nobre, leve e com um toque acetinado que dá um brilho natural as peças, é muito utilizado na confecção de vestidos para ocasiões especiais, inclusive casamentos. Além disso, a alfaiataria feminina também trabalha com os tecidos tradicionais usados na masculina, como o Linho e a Poliviscose.

Os benefícios dos tecidos de alfaiataria

Todos considerados de alto padrão, os tecidos da alfaiataria são conceituados em todo o mundo, e tem um preço elevado no mercado.

Além de aprender como usar os tecidos de alfaiataria, também é importante saber as qualidades de cada um. Vamos citar alguns exemplos dos tecidos mais utilizados:

  • Linho: Um tecido muito conhecido pela sua durabilidade, versatilidade e resistência. Tem um caimento leve e elegante.
  • Poliviscose: O tecido alfaiataria poliviscose possui toque macio e proporciona um ótimo acabamento nas peças. Sua composição mistura poliéster com viscose. É uma boa opção para ser usado nas peças tradicionais de alfaiataria.
  • Crepe Alfaiataria: O nome “crepe” vem do francês “crespo”, que é por causa do seu toque granuladinho. No geral, ele tem um toque mais seco e até um pouquinho áspero, justamente por causa da superfície granulada. No entanto, hoje temos muitas outras variações do crepe, desde os mais “crespinhos” até os mais sedosos.
  • Zibeline: O queridinho das estilistas de alto padrão não ganhou esse título a toa, ele é extremamente confortável, principalmente nos climas mais quentes.

Alfaiataria na atualidade

Há tempos que a alfaiataria deixou os trajes sociais e se incorporou em looks despojados do dia a dia, do trabalho ao happy hour. Mas foi nos últimos anos que peças como shorts e croppeds ganharam espaço entre os tecidos mais sofisticados e passaram a ser combinados com calçados despojados, como tênis.

 

 

Agora que você já sabe como usar os tecidos de alfaiataria visite o site da Maximus Tecidos e escolha a melhor opção para seu traje!


Like it? Share with your friends!

8
8 points

What's Your Reaction?

Não Gostei Não Gostei
0
Não Gostei
Confuso Confuso
0
Confuso
Engraçado Engraçado
0
Engraçado
Amei Amei
5
Amei
Incrível Incrível
0
Incrível
O Melhor O Melhor
0
O Melhor
Maximus Tecidos
A Maximus Tecidos é conhecida por ser a maior loja online de tecidos do Brasil, cujo propósito é resgatar o hábito de costurar. Este propósito se cumpre através da venda de tecidos e produtos de modelagem e desenho online, com um preço justo e acessível para chegar em todos os lugares do Brasil. E com o patrocínio da produção de conteúdo de moda gratuito na internet. Além da loja online com entrega em todo Brasil, temos lojas físicas em Toledo e Cascavel no Paraná. https://www.maximustecidos.com.br/

One Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.