Como fazer máscaras de proteção para uso próprio


71
10.6k compartilhadas, 71 points

Oi meninos e meninas, tudo bem com vocês? Como já sabemos, as máscaras de tecido não são infalíveis. Não evitam sozinhas que você contraia o novo coronavírus ou outras doenças. Elas servem como uma medida de prevenção auxiliar. 

As máscaras são um coadjuvante no combate ao Covid-19 e uma medida alternativa para quem não tem acesso às máscaras cirúrgicas que já estão em falta nas principais farmácias.

Está havendo muita polêmica em relação ao seu uso. Isto porque ninguém sabe ao certo o que fazer em momentos de extrema delicadeza como este. Álcool gel e máscaras cirúrgicas estão em falta até nos hospitais.

Há muito tempo que no Japão e demais países asiáticos se usam máscaras tanto cirúrgicas quanto de tecido. Elas são usadas por quem está tem alguma doença contagiosa ou por quem é alérgico. Lá no Japão, por exemplo, há a florada das cerejeiras e muitas pessoas são alérgicas ao pólen destas flores e por esta razão usam máscaras para se protegerem. Mas esta é uma outra história.

Para prevenir contra o novo coronavírus é necessário lavar sempre as mãos com água e sabão, usar álcool gel nas mãos e objetos de superfície lisa com as quais possa entrar em contato e manter-se afastado de aglomerações. 

Ficar em casa e manter a higiene ainda são as melhores formas de manter-se afastado da doença.

COMO FAZER MÁSCARA DE TECIDO

Como as máscaras  cirúrgicas estão em falta, você pode fazer máscara de tecido para uso próprio. Gravei dois tutoriais de máscaras de proteção: uma tradicional e outra modelo bico de pato.

Clique aqui para conferir a modelagem adulto!

Clique aqui para conferir a modelagem infantil!

Clique aqui para conferir a modelagem adulto!

Clique aqui para conferir a modelagem infantil!

Com a situação caótica da pandemia do coronavírus no país e o fechamento do comércio, a Maximus Tecidos criou uma campanha chamada Costura do Bem com o intuito de doar de 100 kits de tecidos de tricoline, para que 100 costureiras ao redor do Brasil pudessem fazer máscaras de tecido para serem doadas aos profissionais da saúde.

No entanto, a campanha precisou sofrer alguns ajustes por conta da resolução de número 356 do Diário Oficial da União A resolução esclarece que as máscaras de tecido não possuem 100% de eficácia para barrar o vírus, por isso não poderia ser usadas por médicos e profissionais da saúde que estão constantemente expostos a situações de contagio.

Por isso, a Maximus Tecidos se retratou e mudou o enfoque da campanha. Com a mesma intenção de ajudar quem precisa nesse período difícil que estamos enfrentando, os tecidos doados vão ser utilizados para confecção de peças de vestuário ou costura criativa.

Você pode conferir o vídeo que explica sobre a campanha aqui:

E aqui o vídeo sobre a retratação e as mudanças da campanha:

CUIDADOS COM A MÁSCARA DE TECIDO

Lave o tecido antes e deixe de molho em lisoform por uma hora. Passe o tecido a ferro quente. Higienize suas mãos antes de começar a fazê-las. Se forem fazer as máscaras para doar ou vender, passe ferro quente em todas as máscaras antes de embalar para entregar. Lembre-se que todos nós podemos pegar e transmitir a doença. Portanto, todo cuidado é pouco. 

Para quem for usar as máscaras de tecido, troque de 3 em 3 horas. Sugiro fazer máscaras suficiente para que possa trocar ao longo do dia. Cada vez que trocar e estiver longe de casa, guarde as que foram usadas num saquinho plástico bem vedado. Quando chegar em casa, lave a máscara e passe-a a ferro quente depois de seca, pois vírus não sobrevivem a altas temperaturas. Se estiver doente, ferva-as depois de lavadas. A água ferve à 100°C matando os vírus e bactérias. Quando for lavá-las, aconselho a colocar na água do último enxague uma tampa de lisoform que é um anti-bactericida muito eficiente. 

Máscara modelo tradicional
Máscara modelo bico de pato

Estamos passando por momentos difíceis. O mundo está entrando numa crise sem precedentes. Todos nós perderemos um pouco. Lembre-se sempre que não há ninguém “em cima” ou “abaixo” de nós. Somos todos seres humanos habitantes do mesmo planeta, com direitos e deveres iguais. Todos nós somos responsáveis pelo mundo que vivemos.

A união e solidariedade ainda é a melhor arma para vencer uma crise, assim como o respeito ao nosso semelhante e as autoridades competentes. Não é hora de polaridade, de atitudes egoístas ou mesquinhas.

É hora de pensar em si mesmo e no outro. É hora de esquecer as desavenças e ajudar a quem precisa. Não é hora de lustrar o orgulho.

Se precisa de ajuda, peça. Lembre-se que nenhum homem é uma ilha e uma andorinha só não faz o verão. Unidos seremos mais fortes. As crises passam. O sol nasce todos os dias para todos. Vamos seguir em frente.

Desejo a todos, de coração, que passem por esta crise saudáveis e mais fortes. O nosso bem mais precioso ainda é a saúde. Sem ela não temos como cuidar de nós mesmos e muito menos cuidar de nossas famílias e amigos. 

Fiquem com Deus.


Gostou? Compartilhe com seus amigos!

71
10.6k compartilhadas, 71 points

O que você achou desse post?

Não Gostei Não Gostei
3
Não Gostei
Confuso Confuso
7
Confuso
Engraçado Engraçado
3
Engraçado
Amei Amei
140
Amei
Incrível Incrível
28
Incrível
O Melhor O Melhor
20
O Melhor
Marlene Mukai

Me chamo Marlene Mukai. Formada em História e Geografia. Lecionei por 20 anos. Abandonei a carreira de professora para abrir minha própria loja e confecção de roupas. Costuro desde criança. O primeiro método que estudei foi um método misto alemão na Escola das Irmãs Sacramentinas em Minas Gerais aos 13 anos. Aprendi técnicas de costura com minha mãe, que já era costureira e fazia roupas sob medidas. Em São Paulo aprendi outros métodos como a alfaiataria Italiana, Inglesa, Francesa e o Método Coreano. Quando abri minha confecção percebi a necessidade de simplificar a modelagem para agilizar a produção. Pesquisei outros métodos e desenvolvi o meu próprio método. Tenho dois livros editados, Modelagem Prática para confecção de roupas e Modelagem Prática especial malhas. Este ano lançarei meu terceiro livro, Especial Acabamentos. Também tenho um canal no youtube com vídeo aulas de modelagem e acabamento.

12 Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. Oi Marlene. Só uma questão :por indicação médica, as pregas ficam viradas para baixo e não para cima. Isto evita a entrada de microorganismos. Parabéns pela sua iniciativa. Abraço 🤗

  2. Olá! Perdão pela hora. Eu gosto muito de trabalhar a essa hora. Pois é muito calmo, e eu gosto de ambientes calmos. Só passei pra ver o molde de confecção da máscara. Tenho acompanhado o seu trabalho, Marlene e estimo bastante. Que Deus continue derramando bênçãos sobre bênçãos em sua vida. Parabéns Maximus tecidos finos pela iniciativa.Que Deus abençoe vos.

  3. Que aprender a Costurar? A Maximus Tecidos acaba de lançar um Curso de Costura Online super completo, com mais de 160 aulas. As alunas tem 5 anos de acesso as aulas, suporte por WhatsApp para dúvidas diretamente com a Estilista e Professora Nea Santtana e Certificado de Costureira Profissional ao concluir todas as aulas, Clique no link para saber todos os detalhes, conteúdo das aulas, garantia e como fazer sua matrícula: https://materiais.maximustecidos.com.br/curso-de-costura-online-costura-de-sucesso-nea-santtana

Escolha um formato
Postagem
Compartilhe imagens com textos do seu trabalho.
Vídeo
Compartilhe o vídeo do seu trabalho.
Imagem
Compartilhe o recebimento do seu tecido ou suas criações.