Search
Close this search box.
Search
Close this search box.

Como passar o risco para o bordado

Se você é costureiro(a) ou deseja aprender a trabalhar com o bordado, sabe que um dos primeiros passos para qualquer projeto é como passar o risco para o bordado.

O risco é a linha guia que vai orientar o seu bordado e ajudá-lo a criar desenhos precisos e bonitos.

Como passar o risco para o bordado

Mas como passar o risco para o bordado de maneira correta? É aqui que entra o curso online “Bordado Luneville” oferecido pelo site https://materiais.maximustecidos.com.br/. 

Neste curso, a professora Fernanda Nadal ensina tudo o que você precisa saber sobre o bordado, incluindo como passar o risco para o bordado de maneira correta.

Antes de mais nada, é importante escolher o tecido certo para o seu projeto. 

Existem vários tecidos que são ideais para o bordado, como:

  •   o cetim;
  •   o tafetá; e 
  •   o veludo. 

O cetim é um tecido fino e liso, o que o torna perfeito para projetos de bordado que precisam de um acabamento suave e elegante. 

Já o tafetá é um tecido mais resistente e durável, enquanto o veludo é um tecido mais pesado e luxuoso. 

Consulte o site Maximus para encontrar a opção de tecido ideal para o seu projeto.

Depois de escolher o tecido, é hora de passar o risco. 

Existem várias maneiras de fazer isso, mas uma das maneiras mais comuns é usar uma caneta ou lápis especial para tecido

Estes instrumentos são feitos para marcar o tecido de maneira temporária, sem danificá-lo ou deixar marcas permanentes. 

Para usar este tipo de caneta ou lápis, basta seguir as instruções do fabricante e desenhar o seu risco diretamente no tecido.

Outra opção é usar papel de carbono ou papel vegetal. 

Neste caso, basta desenhar o seu risco em um papel especial, colocar o papel no tecido e passar uma ferro quente por cima para transferir o risco para o tecido

Este método é uma ótima opção para quem deseja ter mais precisão no desenho do risco, pois permite que você trabalhe com desenhos mais elaborados e detalhados.

Outra dica importante é não se sentir limitado pelo risco. 

Você pode usar outros elementos para orientar o seu bordado, como fita adesiva ou até mesmo linhas de costura existentes no tecido

Isso pode ajudá-lo a criar projetos mais originais e inovadores, e a explorar sua criatividade de maneira mais livre.

Lembre-se de que o risco é apenas uma linha guia. Você não precisa seguir o risco de maneira rígida, especialmente se estiver trabalhando com técnicas mais livres, como o bordado livre. 

O importante é encontrar a forma que funciona melhor para você e se sentir confortável ao trabalhar com o tecido.

Em resumo, como passar o risco para o bordado é um passo importante para qualquer projeto de bordado. Com os materiais certos e um pouco de prática, você poderá criar riscos precisos e bonitos para o seu projeto. 

Antes de começar a trabalhar no seu projeto de bordado, é importante se preparar adequadamente. 

Isso inclui escolher o tecido e os elementos decorativos certos, além de ter todos os materiais e ferramentas necessários à mão.

Não se esqueça de aproveitar o curso online “Bordado Luneville” para aprender as melhores técnicas e dicas de como passar o risco para o bordado de maneira correta. 

E não se esqueça de conferir a ampla seleção de tecidos disponíveis no site Maximus para encontrar a opção ideal para o seu projeto. 

Aprendendo como passar o risco para o bordado corretamente, você estará pronto para começar a trabalhar no seu bordado e criar projetos incríveis. Boa sorte e divirta-se!

Saiba mais comprando nosso curso de Bordado Online, acesse nossa loja virtual Maximus Tecidos para comprar materiais.

Assuntos Relacionados

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *