Search
Close this search box.
Search
Close this search box.

Dicas para tratar o tecido, cortar e costurar com praticidade.

Sabemos que existem vários tipos de tecidos e que cada um deve ter um cuidado especial. Separamos dicas e instruções de como deve ser feito e facilitar para que seja tranquilo pegar o tecido, cortar e costurar.

O linho era feito de uma forma rústica e por isso é considerado o primeiro  tecido já criado na qual se tratava de prensar as fibras. Existem casos de que arqueólogos já encontraram Múmias Egípcias de 2.500 a.C.

O algodão só teve aparição por volta de 3.000 a.C e era cultivado no vale do rio Indo, localizado no Paquistão. Com o passar dos anos e evolução industrial, os tecidos sintéticos como náilon, poliéster e acrílico começaram a surgir.

Responsável por movimentar uma grande parte da economia do mundo, quanto mais tempo passa, mais formas e modelos de tecido vão surgindo, com novas técnicas de cuidado e manuseio.

Dicas para tratar o tecido, cortar e costurar

Mesmo possuindo vários tipos de tecidos, separamos algumas principais dicas de como tratar o tecido, cortar e costurar:

  1. Usar água: A dica inicial é para os tecidos de fibras naturais como algodão, linho, seda e sisal. O algodão e linho tem tendências a encolher quando são lavados pela primeira vez;

Lavar esses tecidos ajudam a saber qual o melhor tamanho para cortar e evitar desperdício ou medidas erradas. Após lavar e antes de cortar, use ferro de passar no sentido reto do fio, evitando que fique distorcido.

  1. As bobinas: Ter uma variedade de cores e quantidades dispostas por perto facilita no momento de troca da bobina, fazendo com que gaste menos tempo trocando e mais tempo trabalhando.
  2. Entretelas: Significa “entre telas” e tem esse nome por ser uma interface que serve para ser colocada entre dois tecidos para estruturá-los. Possui uma diversidade de gramaturas e texturas.

Ter nas cores preto e branco facilita muito para o processo de costurar mais fácil. A branca combina com cores mais claras e preta com as escuras para que fique mais visível.

  1. Sabonetes: O uso de sabonetes para substituir o giz faz com que seja mais fácil e rápido em casos de errar a marcação. Mas é importante que não use sabonetes oleosos para não danificar as peças.

Essas dicas são úteis quando se trata de tratar o tecido, cortar e costurar. Aproveitamos para tirar algumas dúvidas comuns que sempre aparecem constantemente.

Os melhores tipos de tecidos para costurar são os de fibras naturais se a intenção é ter mais conforto e leveza nas peças. Já os tecidos sintéticos são para peças que ficam mais justas no corpo construindo uma modelagem justa.

Escolher um bom tecido varia entre a finalidade para que será usado, tecidos mais encorpados e pesados são mais encorpados e poucos rígidos. E os esvoaçantes são para adquirir mais leveza.

Alguns tecidos são mais sofisticados e chamados de nobres são seda e ouro. O linho é um tecido fino e elegante perfeito para o verão e dias quentes por serem naturais e leves.

Muitas pessoas buscam praticidade na hora de usar roupas e procuram peças que não necessitam do ferro de passar, esses tecidos são: poliéster, algodão, viscose, elastano e nylon.

Conclusão

Atualmente as tendências das últimas estações e anos são: o linho, o moletom, o cetim e o tricot. Esses tecidos são apostas para aqueles que querem estilo e conforto em suas peças.

Além de tratar o tecido, cortar e costurar, para iniciantes é recomendado usar tecidos mais baratos até mesmo para treinar a agilidade e ir se aperfeiçoando com o passar dos anos. Acesse nosso curso Gente que Ama Costurar. E acesse nossa loja virtual.

Assuntos Relacionados

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *