Moda, arte e tecnologia: novos caminhos para a costura


28
28 points

Olá pessoal, me chamo Jasmine Moreira, sou professora universitária, produtora dos canais Costurando com Tecnologia e Cultura Maker. Sou apaixonada por tecnologia, moda e seus impactos em nossa cultura. Estou chegando para fazer parte do time de colunistas do blog do Clube da Costureira.

Eu acredito em mudanças! Assim como muitas outras pessoas ao redor do mundo, penso em uma moda mais acessível, sustentável, justa, reciclável, inclusiva, plural… Enfim, uma moda conectada aos desafios sociais, ambientais e econômicos que enfrentamos em nosso tempo.

Foto: Pexels.com

Com este objetivo em mente, busco estudar ferramentas, técnicas, processos e tudo mais que possa nos ajudar, pequenas e pequenos produtores de moda, promovendo a criatividade, melhorando a qualidade, aumentando a eficiência e o valor de nosso trabalho.

Minha proposta é trazer um pouco disso tudo para vocês, além de convidá-las, é claro, para uma conversa aberta, na qual vamos aprender muitas coisas e trocar experiências.

Foto: Pexels.com

Sempre me disseram que minha curiosidade é infinita. No caso da tecnologia isso deve ser verdade, pois faço estudos nesta área há quase 30 anos. Embora meu contato com a modelagem e com a costura seja bem mais recente, a mesma curiosidade está sempre presente.

Resolvi escrever sobre este tema porque muitas de nós ainda acreditam que ferramentas tecnológicas são coisa de ficção científica. Outras, acreditam que são caras e inacessíveis, destinadas apenas às grandes confecções. Há ainda aquelas que acreditam que costurar é uma arte que não dever sofrer interferências da tecnologia. Em parte, todas essas pessoas têm um pouco de razão.

Foto: Pexels.com

É verdade que existem ferramentas caríssimas no mercado que parecem ter saído de algum filme futurista ou de uma realidade paralela. Há muitas roupas sendo feitas diretamente em computadores e produzidas aos milhões, apenas para satisfazer demandas do mercado.

Muitas vezes, não há nenhuma arte e muito menos preocupação social e ambiental envolvida no processo. Isso é reflexo de uma indústria que promove o consumo desenfreado e que vem há décadas provocando danos às pessoas e ao planeta. Neste ponto, o uso que fazemos da tecnologia precisa ser urgentemente repensado.

Foto: Pexels.com

Mas o que nós podemos fazer em relação a isso? Uma alternativa, que já é realidade em vários lugares, é justamente o empoderamento daqueles que produzem moda em pequena escala ou mesmo sob medida. Há um movimento em curso, composto por vários nomes, Slow Fashion, Moda Consciente, Moda Sustentável, Fashion Revolution, Fashion Freedom… Todas estas iniciativas buscam reduzir os impactos que a indústria da moda produz.

Graças a este movimento, podemos ter acesso a conhecimentos e ferramentas tecnológicas que permitem a criação de novos caminhos para a produção de moda. Porém, se você não faz a menor ideia de por onde começar, fique tranquila, pois estou aqui para justamente para ajudar nessa jornada!!! Rsrs 😉

Foto: Pexels.com

Para ficarmos confortáveis com toda essa mudança, basta observarmos o fluxo da tecnologia. Uma máquina de costura eletrônica, considerada ficção no passado, hoje é uma realidade corriqueira. Softwares que antes custavam muito dinheiro, hoje estão ao alcance de quase todas nós, alguns são até gratuitos. E, se mesmo assim restar algum desconforto, basta lembrar que a mais simples das agulhas de mão já foi uma tecnologia avançada um dia.

O que quero dizer é que a tecnologia nunca esteve separada do que fazemos. Na verdade, nosso trabalho só é possível graças aos avanços do passado e do presente.

Foto: Pexels.com

Para finalizar esse meu breve post de apresentação, lembro que incorporar a tecnologia ao nosso dia a dia não significa abrir mão da arte e do trabalho artesanal. Pelo contrário, significa fazer uso de novas ferramentas que podem nos auxiliar naquilo que já fazemos ou até mesmo criar novas possibilidades de mercado.

Não há porque ter medo de abraçar as novidades! Para “resgatar o hábito da costurar”, devemos estar sempre abertas a aprender e a entender de que forma estas ferramentas podem facilitar a nossa vida, melhorando a qualidade de nossos produtos e nos tornando mais criativas e produtivas.

Gostou deste post? Então comenta aqui!


Gostou? Compartilhe com seus amigos!

28
28 points

O que você achou desse post?

Não Gostei Não Gostei
2
Não Gostei
Confuso Confuso
1
Confuso
Engraçado Engraçado
0
Engraçado
Amei Amei
73
Amei
Incrível Incrível
23
Incrível
O Melhor O Melhor
5
O Melhor
Jasmine Moreira

17 Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. Achei muito oportuno e interessante esse post sobre moda, arte e tecnoligia. Só vai somar de maneira sustentavel e atual a arte de costurar bem e cada vez melhor.

  2. Avatar Sim gostei muito moda e arte eu estou cada vez mais feliz a cada passo e conhecimento que venho tendo não só na área da costura mas com todo o conteúdo que envolve a arte de costurar .🌺 disse:

    Sim gostei muito

Escolha um formato
Postagem
Compartilhe imagens com textos do seu trabalho.
Vídeo
Compartilhe o vídeo do seu trabalho.
Imagem
Compartilhe o recebimento do seu tecido ou suas criações.