Search
Close this search box.
Search
Close this search box.

Conheça os pontos manuais na costura

Os pontos manuais na costura são comuns para entregar resultado em casos de estar trabalhando com material delicado, fino ou sob medida.

Para você que está iniciando o aprendizado em costura, é importante saber que essa técnica, de acordo com o seu trabalho, é muito importante para uma boa entrega no resultado.

Por se tratar de uma técnica manual, você usa somente tecidos, linhas e a agulha de acordo com sua facilidade e interesse.

Os pontos podem ser temporários ou permanentes, variando de acordo com o seu intuito com o uso da técnica. Abaixo mostraremos alguns desses pontos.

Técnica de pontos manuais temporários na costura

Antes de aplicar uma costura permanente, é importante ter a segurança no manuseio dos materiais a cada ponto no tecido, por isso usamos pontos manuais temporários.

No grupo de costuras temporárias, temos:

  • Alinhavo
  • Costura diagonal
  • Ponto X

Para juntar tecidos antes de iniciar a costura permanente, costuma-se usar o alinhavo. É necessário que você faça um nó na ponta da linha, criando pontos com espaços entre eles. Você repetir o processo anterior deixando o fio no tecido quantas vezes desejar.

Uma costura diagonal pode ser tanto temporária como permanente, pois é usada para firmar os tecidos utilizados na costura, ou seja, impede a movimentação.

Quando o tecido é deixado na vertical, a linha deve ficar na horizontal, para que seja possível fazer, no avesso, um ponto. No outro lado, a linha deve ficar inclinada, bastando fazer um ponto na diagonal.

Outra variação de uma costura diagonal é o ponto x, pois os pontos acabam se cruzando até formar o x. Trabalhando da ponta de baixo para a de cima, o movimento contrário deve acontecer em seguida.

Técnicas de pontos manuais na costura permanente

Uma costura terá determinado acabamento, o que depende de pontos manuais na costura permanente. Elas podem ser:

  • Ponto atrás
  • Ponto oculto
  • Barra invisível
  • Ponto de caseado
  • Alcinha de linha

O ponto de trás é firme, pois começamos na direita antes de seguir à esquerda até podermos voltar ao ponto anterior (direita-esquerda e esquerda-direita). Você deve ficar atento, pois o furo deve ser pequeno para a costura ficar forte.

Quando desejamos fazer barras, podemos usar o ponto oculto. A costura deve iniciar horizontalmente da direita para a esquerda, fazendo movimentos na diagonal com cuidado para não usar tantos furos, caso contrário, pode aparecer atrás do pano.

A barra invisível é um pouco mais prática que o ponto explicado anteriormente. Os pontos diagonais devem ser curtos e pegar pouco tecidos, sempre trabalhando atrás do pano. Há cada quinto ponto, é importante que você faça um nó, garantindo uma segurança.

O ponto caseado é utilizado para finalizar as bordas de produções com decoração. Você pode escolher fazer como estiver mais habituado (cima-baixo ou baixo-cima).

Quando inserida da parte de dentro para fora, a agulha passa pelas bordas para serem costuradas junto. A linha é enrolada, assim a agulha passará por dentro da roda que se formou, assim surge um ponto.

A alcinha de linha serve para fazer acabamento dos botões, com uma linha, linha dupla ou linha mais grossa. Em primeiro lugar, faça um nó no avesso para a segurança da alça.

Após a junção do primeiro ponto ao último, passe a linha em volta da alça e coloque a linha por dentro desse círculo que se formou para uma laçada. Finalize os nós.

Você pode encontrar linhas, tecidos e outros materiais importantes para costura de sua escolha através do site da Maximus Tecidos, maior loja online de tecido do Brasil.

Caso você ainda tenha alguma dúvida ou precise de aulas práticas, poderá aprender um pouco mais sobre pontos manuais na costura através de cursos da Maximus Escola de Moda.

Gostou do artigo? Agora é a sua vez, acesse nosso curso Gente que Ama Costurar e garanta seu curso. Quer comprar tecido? Acesse a loja virtual da Maximus Tecidos e confira a infinidade de tecidos para escolher o seu preferido.

Assuntos Relacionados

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *