fbpx

Por debaixo da saia dos grandes estilistas: o legado de Christian Dior


0

Chegou mais um momento especial do Clube da Costureira. Depois de falarmos da história e das influências deixadas por Coco Chanel, vamos dar continuidade à nossa série sobre os grandes estilistas. Agora, é a vez dele, o marcante estilista que revolucionou a moda nos anos 50: Christian Dior. Conhecendo a trajetória desse homem você vai entender melhor sobre o histórico das peças que com certeza ainda fazem parte do armário de muitas mulheres!

Christian Dior

christian_dior_hi_res_gettyimages-2662150

Bem diferente da praticidade de Chanel, Christian Dior quis explorar a feminilidade abusando das saias volumosas e cinturas marcadas. Foi o que definiu a moda dos anos 50. A primeira coleção já causou impacto: Dior se tornou famoso com a “New Look”, que ficou conhecida assim por causa da expressão usada por uma redatora americana para sinalizar que aquele era o novo estilo de vestimenta a ser adotado. Quando todos esperavam vestimentas mais simples, fechadas e até meio “depressivas” por causa do contexto triste que sucedia a Segunda Guerra Mundial, Dior surpreendeu com a criação de peças doces, femininas e marcantes. Era mesmo uma coleção de ruptura! A mais famosa peça é o “Tailleur Bar”, um casaquinho de seda bege acinturado, com ombros naturais e ampla saia preta plissada na altura dos tornozelos.

cdior-04_v_5apr12_rex_b
O Tailleur Bar ditou um novo desenho à silhueta feminina

 

1997dior-_pour-les-50-ans-du-tailleur-bar-1947_
A criação mais conhecida de Dior chegou até a vestir uma boneca Barbie, em 1997

 

dior
Dior medindo a altura da saia. Ela deveria seguir o padrão de 40 cm de distância do chão

 

E a influencia da coleção New Look é percebida até hoje. Inúmeras releituras do “Tailleur Bar” foram feitas e seu estilo é adaptado à looks modernos. Se pensarmos nas nossas atuais tendências de moda, vamos perceber que Dior está muito presente nelas: a saia godê está em alta e a cintura marcada também.

gisele-moda-retro
Todo esse ar feminino, com muita valorização das curvas é até hoje inspiração para novas coleções

Mas quem é esse homem que revolucionou a moda? Para chegar a esse patamar, Dior passou por muitas etapas. Chegou a cursar ciências políticas, por influência do pai. Mas sempre deixou nítido seu apreço pelo mundo dos desenhos. Depois de superar uma grave doença e de passar por problemas financeiros na família, Dior começou a desenhar para um jornal parisiense que publicava semanalmente croquis na seção de alta-costura. Passou um bom tempo sendo assistente de um estilista suíço, e ainda foi soldado na guerra que tumultuava a Europa. Só mais tarde conseguiu abrir sua própria loja, com a ajuda de um empresário da área têxtil. Fez seu estilo chegar rápido às ruas, vestiu mulheres famosas, lançou o famoso perfume “Miss Dior”. Mas teve uma vida curta: nasceu em 1905 e morreu em 1957, vítima de um ataque cardíaco, deixando um enorme legado: 22 coleções, 28 ateliês e 1200 empregados.

brand_bio_bsfc_108685_sf_2997_005_20131219_v1_hd_768x432-16x9
Quem conviveu com Dior diz que ele era um homem tímido, de temperamento difícil

Daí em diante, “Dior S.A” foi comandada por inúmeros outros estilistas, mas se eternizou e até hoje é ligada ao luxo e a elegância. É um verdade império do mercado da alta costura, que além do vestuário feminino, masculino e infantil, também produz acessórios, perfumes, maquiagens e joias. O endereço sede é a famosa loja da Avenue Montaigne, n° 30, em Paris, mas a marca possui lojas espalhadas pelos quatro cantos do mundo.

30_montaigne_intro_vzg_01
Foi amor à primeira vista: quando Dior viu a estrutura do pequeno hotel, decidiu que esse seria o prédio perfeito para sediar o “coração” da marca

Para entender um pouco dos bastidores dessa que é uma das maiores marcas do mundo da moda, o conselho é assistir “Dior e Eu”, um documentário que mostra a correria da produção do estilista Raf Simon para a Dior.

E aí, gostaram de conhecer mais um estilista importante para a história da moda?! Então contem para gente qual é o legado dele no dia a dia de vocês! E fiquem de olho no Clube da Costureira que logo tem mais post da série “Por debaixo da saia dos grandes estilistas” 😉


Gostou? Compartilhe com seus amigos!

0

O que você achou desse post?

Não Gostei Não Gostei
0
Não Gostei
Confuso Confuso
0
Confuso
Engraçado Engraçado
1
Engraçado
Amei Amei
4
Amei
Incrível Incrível
4
Incrível
O Melhor O Melhor
0
O Melhor
Camila Nishida

Oi gente! Aqui quem fala é a Camila Nishida, apaixonada por moda, estilos e tendências que mantém a nossa identidade. Sou apresentadora do Canal da Maximus Tecidos Finos no YouTube, onde busco trazer a essência de cada tecido de um jeito único para que você aprenda cada vez mais sobre o universo têxtil. Psicóloga de formação, tive meu coraçãozinho arrebatado pelo Junior e pelo mundo da moda!

Um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Escolha um formato
Postagem
Compartilhe imagens com textos do seu trabalho.
Vídeo
Compartilhe o vídeo do seu trabalho.
Imagem
Compartilhe o recebimento do seu tecido ou suas criações.