UPCYCLING: conheça essa técnica criativa de reutilizar sobras de tecidos


5
360 compartilhadas, 5 points

Oi Gentiii! Talvez você ainda não me conheça, então eu vou me apresentar.

Eu sou Dayseane da Costa, mais conhecida como Dayse Costa.

Sou Instrutora de Costura e Modelagem, profissional da área há quase 15 anos e graduando no curso Superior em Design de Moda na Unicesumar.

Em 2014 criei o canal Dayse Costa no Youtube e o blog www.daysecosta.com.br, onde comecei a compartilhar os meus conhecimentos e a ensinar pessoas a fazerem suas próprias roupas.

Tenho um ateliê de costura onde já desenvolvi centenas e centenas de modelos de roupas para os mais variados cenários como, costura sob medida, feiras, lojas de roupas, dentre outros, e aproximadamente  1 ano atrás dei início ao projeto mais ambicioso da minha carreira, o Dayse Costa Academy, minha escola de cursos online.

Hoje eu vim aqui no blog da Maximus Tecidos falar para você sobre o UPCYCLING, uma nova forma de criar. Você já ouviu esse termo? Se ainda não, fica aqui que eu irei te explicar. 

Ao longo da minha carreira percebi o quanto desperdiçamos materiais que podem ser reutilizados para dar “vida” à outros produtos, podendo até mesmo servir de renda, e de quebra, reduzir a produção de lixo.

Resíduos que para muitos podem não tem a menor utilidade e ir diretamente para a lixeira, para muitos é a fonte da matéria prima para produzir novos itens, e tiram disso o seu “ganha pão”, e eu já já vou te dar alguns exemplos.

No meu canal eu já trouxe várias opções do que fazer com restinhos de tecidos que sobram de peças que fazemos, e se você quiser conferir é só clicar nos links abaixo.

TÉCNICA DE UPCYCLING: O QUE É?

O conceito por trás dessa técnica de upcycling consiste em basicamente reutilizar objetos e resíduos desperdiçados para compor uma nova criação, a partir de algo já existente.

A técnica de upcycling foi inserida no ramo da indústria têxtil com a intenção de trazer um pensamento sustentável e reduzir os descartes da indústria, já que os aterros sanitários estavam abarrotados de retalhos de tecidos e materiais descartados das produções das fábricas e confecções.

Muito se discute hoje sobre o consumo consciente, o slow fashion e a importância de cuidar do meio em que vivemos, para que nossos recursos naturais não sejam esgotados num futuro próximo. É a ideia de sustentabilidade se fazendo presente no dia a dia da moda. 

O mais legal dessa do upcycling é que o custo para produzir os novos produtos é muito baixo, visto que partem de itens já existentes, usados, sem a necessidade de investir em peças novas.

O que faz a real diferença em todo o processo é a criatividade de quem vai por a “mão na massa”, é a forma com que cada um vai utilizar cada item e compor com outros. O que mais surpreende é quando saímos do óbvio e pensamos um pouco fora da caixinha do tradicional, e do que a maioria provavelmente faria.

Recentemente foi ao ar a segunda edição do #Desafiodacostura um evento online e gratuito onde reúno pessoas interessadas em aprender e desenvolver suas habilidades na costura.

Nesta edição fizemos um concurso entre os participantes com base no tema “upclycling”, e tivemos resultados surpreendentes com projetos incríveis como os que você pode conferir abaixo.

EXEMPLOS DE UPCYCLING

O primeiro exemplo de upcycling é o da Micheli que usou como peça de reuso um guarda-chuva quebrado, que leva pelo menos 100 anos para se decompor na natureza.

Ela transformou essa peça em uma jaqueta impermeável utilizando a parte do tecido. Os ferrinhos podem também ser reaproveitados em outros projetos.

Aqui temos um projeto utilizando um dos componentes que está no topo da lista dos que mais demoram a se decompor, o plástico, que leva mais de 400 anos!

Aqui a Erica, uma das participantes do concurso usou uma pasta de plástico velha, dessas que guardamos documentos, e somado à combinação com outros materiais e sua criatividade, saiu uma linda viseira para curtir os dias quentes.

Agora um dado chocante, o próximo item podem levar cerca de 600 anos para se decompor! E eu estou falando de um produto que só no Brasil é fabricado cerca de 400 MILHÕES de unidades por ano! E eu estou falando do Pneu.

No projeto da Adriane ela forrou com tecido de chita, que também pode ser sobra de alguma outra produção, e fez um puff porta sapatos.

UMA ALTERNATIVA SUSTENTÁVEL PARA REUTILIZAR SOBRAS DE TECIDOS

Apesar do upcycling ter sido criado ainda nos anos 90 e não ser algo praticado de agora, ainda hoje o conceito passa despercebido por empresas do vestuário pelo Brasil e mundo.

Muitos tecidos são considerados altamente poluentes desde a sua fabricação até o seu descarte. O plantio do algodão por exemplo, que é uma das fibras mais utilizadas para fazer o nosso queridinho tricoline, e também o linho, precisam de uma quantidade absurda de água para o seu plantio e grande uso de agrotóxicos no solo para controle de pragas.

O poliéster dentre todas as fibras é a que tem a pior reputação, visto que provém de recursos não biodegradáveis como o petróleo.

Todavia, é fato que não é possível existir, não até onde eu saiba, um tecido que seja 100% sustentável porque no fim das contas tudo depende dos recursos do meio ambiente.

Se todas as roupas do mundo por exemplo fossem feitas de algodão orgânico, imaginem a quantidade de água que seria utilizada? Quanto solo precisaria ser ocupado, arado, tratado.

No entanto, é possível e necessário pensar em algumas alternativas para pelo menos reduzir o impacto dessa realidade que vemos hoje.

A empresa Japonesa Teijin por exemplo é especialista em reciclagem química de roupas de poliéster desgastado para fabricação de novos tecidos, o que a empresa chama de ECO CICLE.

ECOSUEDE por exemplo é um tipo de camurça sintética produzida a partir do poliéster reciclado.

COCONA é um material que é produzido a partir da casca do coco. Essa fibra vem como uma substituta do látex.

MUSKIN uma fibra extraída o cogumelo que resulta em um tipo de couro vegano.

O processo de reutilização além de ter um baixo custo, promove a redução do impacto ambiental que vem sendo foco de muita conversa e estudos.

É basicamente aumentar o ciclo de vida do produto dando um “up”, uma nova vida ao mesmo.

RECICLAGEM X UPCYCLING

É importante frisar que o o conceito do upcycling baseia-se no RECRIAR e não em RECICLAR.

Aproveitando o gancho do assunto, acho importante falar da diferença entre UPCYCLING e RECICLAGEM, são conceitos semelhantes, mas não iguais, por isso é muito fácil de serem confundidos.

Segundo o dicionário: RECICLAR é o ato, processo ou efeito de reprocessar uma substância. Quando sua transformação está incompleta ou quando é necessário aprimorar suas propriedades ou melhorar o rendimento da operação como um todo.

A RECICLAGEM, diferente do UPCYCLING, consiste na recuperação de um material para que possa ser utilizado novamente, com a mesma função.

Exemplo: uma cadeira quebrada pode ser consertada, pintada, forrada com tecido, para voltar a ser utilizada, ainda como uma cadeira.

Se suas partes forem utilizadas para construção de um novo projeto seria então upcycling.

Para a indústria os dois processos muitas vezes tem a vantagem de reduzir os custos de produção.

A população também vem sendo beneficiada com o processo de reciclagem, sendo a fonte de renda de muitos trabalhadores que obtém no lixo urbano, materiais que podem ser revendidos para empresas recicladoras como garrafa pets, latinha de alumínio e papelão.

Pensar em sustentabilidade é pensar de forma inteligente, com soluções criativas utilizando de atitudes ecologicamente corretas, economicamente viáveis, socialmente justas e culturalmente diversas.

Os benefícios dessas ações para a população e para o nosso planeta são inúmeros, e posso citar algumas como a diminuição da poluição dos rios e oceanos; preservação dos recursos naturais como a água e as florestas; diminuição das catástrofes ambientais provocadas pelos impactos ambientais negativos; preservação da fauna, dentre outros.

Foto: Pinterest.

Me conta se você já utilizou uma dessas duas técnicas mesmo sem saber para recriar ou reciclar algo, quero saber!


Gostou? Compartilhe com seus amigos!

5
360 compartilhadas, 5 points

O que você achou desse post?

Não Gostei Não Gostei
0
Não Gostei
Confuso Confuso
0
Confuso
Engraçado Engraçado
1
Engraçado
Amei Amei
3
Amei
Incrível Incrível
1
Incrível
O Melhor O Melhor
0
O Melhor
Dayse Costa

Sou Dayse Costa, Carioca, modelista e costureira há 13 anos, e há quase 5 ensino a arte de modelar e costurar através do blog, do meu canal no Youtube e dos meus cursos online e presencial. Amo criar, empreender e sou movida por desafios. Aqui como colunista do blog da Maximus Tecidos, vou compartilhar com você a minha trajetória, e com base na minha experiência dar dicas para você que também a ama esse mundo mágico das costurices.

0 Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Escolha um formato
Postagem
Compartilhe imagens com textos do seu trabalho.
Vídeo
Compartilhe o vídeo do seu trabalho.
Imagem
Compartilhe o recebimento do seu tecido ou suas criações.