Mais de 5 formas de fazer acabamento em malha


4
1.7k compartilhadas, 4 points

Você sabia que os acabamentos se diferem de acordo com o efeito e o tipo de tecido que  você usar?

Se você for trabalhar com tecido plano é comum fazer o acabamento com a reta, seja colocando uma limpeza, ou viés ou fazendo a bainha. Na malha é um pouco diferente. A reta é a máquina menos utilizada para esse tipo de tecido.

Então vamos lá! Vamos citar as diversas formas de fazer o acabamento em malha:

PRIMEIRO ACABAMENTO: BAINHA

Maximus Tecidos acabamento Clube da Costureira 600x300

A bainha na malha deve ser feita na máquina galoneira. Aí temos algumas opções.

Com 2 agulhas e 3 agulhas simples, ou com trama. A trama esteticamente é linda, mas se a máquina não tá bem reguladinha logo se nota ponto falhado.

SEGUNDO ACABAMENTO: VIÉS

O viés pode ser de inúmeros tamanhos, e é colocado com um aparelho que já faz a dobra dele. Ou seja, tu coloca a tirinha aberta na entrada do aparelho e ele vai dobrar o tecido, de forma que na saída ele já saia certinho.

As larguras de viés variam muuuito mesmo! Em cima de cada aparelho normalmente vem duas medidas, uma maior e uma menor. A maior se refere a medida que você deve cortar o tecido, e a segunda é a medida que ele vai ficar pronto ao ser aplicado na peça.

Aí você pode definir se quer uma virada do viés ou duas viradas. A diferença é que no lado direito o viés vai estar sempre dobradinho, escondendo a beirada da tirinha de tecido, mas no lado avesso você pode definir se quer que dobre uma vez e esconda a beirada ou se quer que não dobre e apareça a beirada do tecido.

Se tiver duas viradas, recomendo usar uma agulha na galoneira, pois dentro já vai estar bonitinho e não é necessário mais a trama que se forma quando se usa duas agulhas.

Se for uma virada, recomendo usar duas agulhas, pois no avesso vai estar o viés sem acabamento, e aí a trama da galoneira vai “limpar” o acabamento.

Maximus Tecidos acabamento Clube da Costureira 600x300

TERCEIRO ACABAMENTO: CORTE A FIO

A malha, por sua estrutura, ao contrário do tecido plano, quando deixada em corte a fio, ela não desfia. Assim, em peças com muita curva, babados, ou similares que requer caimento e é difícil fazer uma bainha, pode-se sim deixar corte a fio. Já se usou muito em bainha também esse corte a fio, mas pessoalmente, hoje acho um pouco de desleixo deixar corte a fio quando há possibilidade de fazer bainha ou aplicar viés e ela não é feita. Mas isso não é regra, é apenas minha opinião.

QUARTO ACABAMENTO: OVERLOCK

Maximus Tecidos acabamento Clube da Costureira 600x300

Aquela de 3 fios. Alguns chamam de picô, outros de overlockinha, mas o que importa é o acabamento que ela dá. Ela faz uma reta paralela à parte que está sendo limpa e um zigue, já refilando o excesso do tecido. É uma costurinha bem estreita, usada até mesmo em vestidos de festa para evitar o corte a fio.

O mais legal de usar esse acabamento na malha é que tu pode fazer um efeito bem legal, que é puxar a malha na hora de fazer a costura. Ou seja, deixar ela esticada ao passar na over. Quando soltar, o acabamento vaí ficar cheinho de ondulações.

QUINTO ACABAMENTO: TIRA DUPLA

Outra forma de fazer acabamento é costurando uma tira dupla, como em decotes. Essa tira pode ser pespontada ou não.

Já aproveitando essa mesma foto aí do decote, reparem o cadarço que foi aplicado de ombro a ombro e no decote costas. Um capricho de acabamento.

Seguindo os acabamentos de tecido plano, vale lembrar também que temos as limpeza. Não é tão usual na malha, mas mesmo assim tem vez principalmente quando há a necessidade de forro, ou quando quer deixar a cara da malha mais parecida com o tecido plano.

Maximus Tecidos acabamento Clube da Costureira 600x300 Maximus Tecidos acabamento Clube da Costureira 600x300

E por último vou falar das aplicações que podem ser feitas para fazer o acabamento de uma peça. Por exemplo, em uma regatinha, ao invés de aplicar viés nas cavas e decote, se aplica por cima da beiradinha do do tecido uma renda, deixando a renda sobrepor e ficar pra fora do tecido. Uma forma bonita que dá um acabamento super diferente. Além de rendas dá pra aplicar inúmeras outros detalhes. Basta usar a imaginação!

E aí, gostou das dicas? Já usou todas essas opções???

Qual você mais usa? To curiosa pra saber! 😀

Clique aqui para ler meu post com 5 dicas essenciais para quem quer ser modelista!
Clique aqui e conheça o meu site!

Forte abraço,

Maísa Rasche


Gostou? Compartilhe com seus amigos!

4
1.7k compartilhadas, 4 points

O que você achou desse post?

Não Gostei Não Gostei
0
Não Gostei
Confuso Confuso
0
Confuso
Engraçado Engraçado
0
Engraçado
Amei Amei
3
Amei
Incrível Incrível
4
Incrível
O Melhor O Melhor
1
O Melhor
Maísa Rasche

Graduada em Moda e Pós Graduada em Artes Visuais e em Modelagem, trabalha no ramo desde 2003. Teve confecção de moda feminina durante 4 anos. Atualmente dedica-se a empresa Moldes Roupas, e presta assessoria de modelagem para empresas. Há quase 15 anos trabalhando com modelagem, tem a teoria e a prática que é necessária neste ramo. Professora no Senac, da Goulstef, cursos de extensão e recentemente convidada a ser professora na Pós Graduação de Modelagem da Universidade de Passo Fundo (UPF). Além disso também ministra cursos e palestras na área da moda em parceria com outras entidades/empresas. Como qualquer apaixonado pelo processo de confecção de roupas e moda, adora falar sobre a parte produtiva, a criação, modelagem, a pilotagem, as fichas técnicas, os truques de corte, de costura.

Um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Escolha um formato
Postagem
Compartilhe imagens com textos do seu trabalho.
Vídeo
Compartilhe o vídeo do seu trabalho.
Imagem
Compartilhe o recebimento do seu tecido ou suas criações.