Search
Close this search box.
Search
Close this search box.
Vestido de noiva Clube da Costureira

O checklist definitivo para escolher o modelo do seu vestido de noiva

Vestido de noiva Clube da Costureira

Todas as mulheres já pensaram em casamento e em vestido de noiva em algum momento da sua vida. Até mesmo aquelas que não pretendem casar, já tiveram que pensar no assunto para decidir que não era isso que queriam. Certo?

Se você é daquelas que já sonha com este momento especial desde pequena, inspirada pelas histórias mágicas das princesas da Disney ou começou a pensar sobre o assunto depois que encontrou o amor da sua vida. Ou ainda se você é a “fada madrinha” (costureira, estilista e designer), aquela que realiza esses sonhos das noivas… Então esse post é para você!

Para preparar um material completo, contamos com as dicas e conselhos da estilista Inês Maximus, que com toda a sua experiência de mais de 30 anos na alta costura, tem muito para compartilhar com a gente!

Sabemos que o vestido é o mais importante para a noiva – depois do noivo, é claro! – e merece uma atenção especial. Antes mesmo de saber quando ia casar, você pode ter imaginado o modelo dos seus sonhos. Mas aí, quando o tal pedido é feito… O coração começa a bater acelerado, a ansiedade toma conta e tudo o que parecia tão certo até agora, começa a ficar em dúvida. Será que é aquele modelo mesmo que eu quero? Séra que combina comigo? E um monte de “e se” e “será” começa a surgir na cabeça!

NÃO DEIXE A ANSIEDADE INFLUENCIAR NA SUA ESCOLHA!

Calma! Como dizia um sábio herói, não criemos cânico pânico. Nós pensamos em tudo para facilitar a sua vida e por isso preparamos o checklist definitivo para escolher o modelo do seu vestido de noiva.

Coleção Maximus Rússia da estilista Inês Maximus

Continue lendo para saber:

  1. Você conhece o seu biótipo? Entender o seu tipo físico ajuda a definir o corte do seu vestido de noiva!
  2. Personalidade: romântica, minimalista, sensual ou alternativa?
  3. A mágica dos tecidos: saiba escolher a renda ideal para o seu vestido de noiva

1 – VOCÊ CONHECE O SEU BIÓTIPO? ENTENDER O SEU TIPO FÍSICO AJUDA A DEFINIR O CORTE DO SEU VESTIDO DE NOIVA

Pode ser que você nem tenha pensado nisso quando imaginou o seu vestido dos sonhos. Mas acredite, saber identificar as características do nosso corpo é muito importante para saber o que temos de melhor que vale a pena destacar, e o que você podemos disfarçar. O modelo pode ser maravilhoso, mas se ele não se encaixa com o seu tipo físico, quando você for usá-lo as chances de se frustrar com o resultado são grande.

vestido perfeito é aquele que valoriza quem o está vestindo. A personal stylist Roberta Pasqualatto explica:

Seguir tendência não é, na verdade, sinônimo de estilo. Ter estilo é saber o que fica realmente bem em você, e isso tem muito a ver com o tipo físico! Não adianta usar uma peça só porque está na moda, só porque famosos estão usando, porque se ela não for do seu estilo você vai acabar não sustentando esse look. Sem falar que quando alguém faz uma roupa sob medida, é porque deseja um caimento perfeito; e isso só é possível quando o biótipo está bem esclarecido.

Vamos entender mais sobre essas variações, então?

As mulheres podem ser enquadradas em cinco principais tipos de corpo diferentes. São eles:

CONHEÇA OS PRINCIPAIS BIÓTIPOS FEMININOS

As mulheres podem ser enquadrar em cinco tipos de corpo diferentes / Foto: Pinterest

a) AMPULHETA:  o famoso corpo “violão”. Caracteriza-se por ombros e quadris praticamente na mesma medida. Além disso, a cintura é mais estreita (comparada aos ombros e o quadril) e bem marcada.

#dica: praticamente tudo cai bem neste tipo de corpo! Dá para abusar dos modelos sereia / Foto: Pinterest

b) TRIÂNGULO: É também chamado de tipo “pera”. As mulheres com este físico têm os quadris nitidamente maiores do que os ombros.

#dica: para este biótipo vale apostar em vestidos que chamem atenção na parte de cima. Evite alças finas e tomara que caia / Foto: Maximus Atelier

c) TRIÂNGULO INVERTIDO: caracteriza-se por ombros largos, porém com os quadris mais estreitos. As mulheres com este tipo de corpo possuem a parte de cima mais saliente.

#dica: procure criar volume na parte de baixo / Foto: Maximus Atelier

d) RETÂNGULO: as mulheres com este biótipo têm os quadris, ombros e cintura praticamente iguais, na mesma medida.

#dica: os vestidos estilo “princesa” são os mais indicados. Além de marcar a cintura, dão volume ao quadril e valorizam o busto / Foto: Maximus Atelier

e) OVAL: as mulheres com o biótipo oval têm um corpo arredondado, principalmente na linha da cintura. Possuem costas, seios e braços volumosos e as pernas costumam ser bem desenhadas.

#dica: para as mulheres com corpo oval, os vestidos com decote em V ou U são ótimos porque valorizam a região do colo. Prefira modelos mais soltinhos / Foto: Pinterest
IDENTIFICANDO ALÉM DO “OLHÔMETRO”:

Uma dica bem valiosa na hora de tirar as medidas, é usar uma régua na vertical. Assim você consegue ter noção das proporções do corpo.

Posicione a régua na frente do ombro da pessoa, alinhando com o quadril. A determinação do biótipo depende do alinhamento (ou da falta dele). Por exemplo: no caso do biótipo ampulheta, a régua fica em linha reta e com espaço sobrando entre a régua e a cintura. No caso do triângulo, a régua inclina um pouco para o lado na linha do quadril, diferente do triângulo invertido, quando a régua inclina mais na linha do ombro. Em biótipos retângulo, a régua tudo fica alinhado, sem espaço entre a régua e cintura. E, por último, em tipos ovais, a cintura ultrapassa a linha dos ombros e quadril. Entendeu? 😉

2 – PERSONALIDADE: ROMÂNTICA, MINIMALISTA, SENSUAL OU ALTERNATIVA?

Além das características físicas, outro ponto do checklist deve ser uma leitura sobre os gostos, preferências e estilo da noiva. O vestido precisa traduzir a personalidade dela. Além disso, o horário e o tipo da cerimônia também interferem na escolha do estilo do vestido. Tem aquelas que preferem as exuberantes e majestosas festas e outras que preferem algo mais íntimo e aconchegante.

Como escolher o vestido de acordo com essas circunstâncias? Vamos lá!

a) ROMÂNTICA MAJESTOSA 

Ahhh, aquele sonho de princesa! Um casamento com tudo que há direito: Igreja, salão de festas, decoração impecável, marcha nupcial e tapete vermelho. Geralmente, casamentos assim são realizados à noite. Isso faz com que a noiva tenha mais liberdade para escolher vestidos luxuosos e marcantes! Nessas horas, vale explorar bem as saias volumosas e armadas, pedrarias, brilhos e acessórios. Digno majestade mesmo! 😉

Foto: Maximus Atelier

b) ROMÂNTICA DELICADA

Casar na igreja e recepcionar os convidados em um salão deixou de ser unanimidade há alguns anos. As cerimônias ao ar livre passaram a ser a escolha preferida de muitas noivas. Casamentos assim são sempre cheios de detalhes e muito romantismo, com céu aberto, pôr do sol, ventinho no rosto, flores, contato com a natureza, luzes e velas.

Cerimônias repletas cheias de detalhes, pedem vestidos delicados. As duas palavras de ordem são: delicadeza e conforto. Os modelos como sereia, império e de corte reto são perfeitos. Os vestidos estilo “princesa”, podem ser desconfortáveis por serem mais pesados e volumosos. Modelos que deixam um pouco a pele à mostra também são uma excelente ideia. Ou que tal inovar? Dependendo da proposta do casório, dá para apostar nos comprimentos midi e até curto!

Foto: Maximus Atelier

c) MINIMALISTA

Para as noivas minimalistas, menos é mais! Para uma elegância mais “clean”, a sugestão é apostar nos modelos lisos, mas estruturados. A noiva é a protagonista, então o foco sai dos brilhos e fica voltado à ela e sua beleza natural. O vestido apenas cumpre a função de delinear o corpo. O corte impecável é o que mais chama a atenção!

Foto: Pinterest

 

d) ALTERNATIVA

São mulheres mais ousadas, que gostam de sair completamente do convencional e querem se aventurar em modelos irreverentes. A boa notícia para estas noivas é que a criatividade não tem limite! Um casamento autêntico, com uma cerimônia alternativa pede uma vestimenta à altura, né? O legal é deixar a originalidade à mostra, até se isso implicar em outro look que não seja vestido. 😉

#dica: procure criar volume na parte de baixo / Foto: Maximus Atelier

 

MAS E AGORA, QUE TIPO DE NOIVA VOCÊ É?

A nossa listinha está ficando cada vez maior, mas antes de partir para o próximo item, vamos fazer uma pausa! Você conseguiu se identificar com alguma dessas personalidades? Se foi fácil e você se encaixou perfeitamente em um desses tipos, maravilha! Mas se por acaso você se identificou com mais de um ou com um pouco de cada, não se preocupe! Você não precisa seguir uma linha só. Por exemplo, é possível ter um vestido que ao mesmo tempo em que é romântico, também é sensual.

Outra coisa importante para refletirmos: Comprar, Alugar ou Mandar Fazer seu vestido de noiva?

Se você é daquelas que se apega ao valor simbólico das coisas, com certeza você vai querer ter seu vestido de noiva guardado para mostrar para a sua filha e quem sabe passar de geração para geração. Afinal de contas, o casamento é um dos dias mais importantes na vida de uma pessoa e merece ser lembrando para sempre. Por isso, ter a possibilidade de comprar o seu vestido de noiva é bem interessante.

Porém, se você já é mais desapegada e não gosta de ficar guardando coisas que depois não vão mais ser usadas, vale a pena optar por alugar. Além de ser uma opção mais econômica (um vestido custa em média de 1/3 a 1/4 do valor de comprar), também é mais sustentável. Alugar roupas reduz danos ao meio ambiente e economiza espaço em casa. Lembra do post que falamos sobre slow fashion? Alugar entra nesta vibe!

Quem não leu o post, pode ler aqui!

Agora, se para você é importante cuidar de cada detalhe do seu grande dia para que tudo saia do jeitinho que você sempre quis, então nada melhor do que mandar fazer o seu vestido de noiva. Assim, você vai participar de todas as etapas desde a escolha dos tecidos até o toque final. Sem contar, que o modelo vai ser feito exatamente para o seu manequim. Um verdadeiro conto de fadas.

3 – A MÁGICA DOS TECIDOS: SAIBA COMO ESCOLHER O TECIDO IDEAL PARA O SEU VESTIDO DE NOIVA

a) TECIDOS LISOS:

São muitas opções de tecidos para confeccionar um vestido de noiva. Para não correr o risco de você se perder ou se confundir, para o nosso checklist trouxemos os principais tecidos usados pelos estilistas para confeccionar vestidos belíssimos:

ZIBELINE OU MIKADO: É um tecido mais pesado e armado, que possui aspecto nobre. Com um brilho acetinado e bem encorpado, é perfeito para os modelos evasês e saias rodadas com volumes. Além de servir também para forro. É chamado de Mikado quando apresenta trama de maior qualidade, com mais fios de seda, geralmente mais espessa e brilhante do que o zibeline convencional.

—> Clique para ver opções de Zibeline e Mikado

Tecido zibeline da Maximus Tecidos

TAFETÁ : É um tecido nobre, lustroso e de trama finíssima. Possui dupla face: de uma lado reluz um brilho acetinado, de outro, apresenta um aspecto fosco. É um tecido de aspecto luxuoso, especialmente indicado para a confecção de finos vestidos de festa.

—> Clique para ver opções de Tafetá

Tecido tafetá da Maximus Tecidos

CREPE: É um tecido com toque mais áspero e aspecto seco, opaco e granulado. É feito com fios altamente torcidos de seda ou lã (natural ou sintética) e apresenta uma variedade imensa de espessuras. Alguns são mais finos, médios, pesados, com elastano ou sem elastano (planos). É bem maleável e possui um bom caimento, que pode variar de acordo com o tipo de crepe escolhido. Independente da espessura escolhida, sempre pede um forro.

—> Clique para ver opções de Crepe

Tecido crepe dior da Maximus Tecidos

CETIM: Sempre se caracterizou por ser um tecido luxuoso. De acabamento lustroso e sofisticado, é perfeito para vestidos de festas e ideal para vestidos estruturados com saias de volume. Tem muitas variações.

—> Clique para ver opções de Cetim

Tecido cetim bucol da Maximus Tecidos

GAZAR: Sua leveza e transparência o fazem bem arejado, muito apropriado para roupas de verão. O gazar branco é bastante utilizado na confecção de vestidos de noiva devido a sua fluidez. Ele proporciona saias ventiladas e esvoaçantes.

—> Clique para ver opções de Gazar

Tecido gazar da Maximus Tecidos

MUSSELINE: Leve, fluído e transparente. É ligeiramente firme, tem um toque macio e não enruga. Ideal para roupas que pedem um caimento delicado e esvoaçante. De aspecto nobre, já foi chamada de “tecido de seda e ouro”.

—> Clique para ver opções de Musseline

Tecido musseline da Maximus Tecidos

b) RENDA-SE ÀS RENDAS:

A renda é a queridinha das noivas! Está presente em quase todos os vestidos de casamento, nem que seja em algum detalhe. É quase sinônimo de romantismo. A tradução de delicadeza em forma de tecido.

Quem não conhece muito de costura, acha que renda é uma só. Mas ela tem inúmeras variações e conhecer cada uma faz a diferença na hora de escolher o acabamento que a gente deseja. Conheça um pouco mais sobre os tipos de rendas e como elas podem ser aplicadas:

RENDA CHANTILLY: Foi desenvolvida na região de Chantilly, na França. É uma opção mais romântica, com caimento leve, delicado e macio. Possui um padrão de flores, galhos e faixas num fundo de rede plana. Ideal para vestidos de festa soltos ou ajustados ao corpo com saia godê, evasê ou sereia e também para detalhes em diversas peças femininas.

—> Clique para ver opções de Renda Chantilly

Tecido renda chantilly da Maximus Tecidos

RENDA CORDONÊA principal característica da cordonê está no efeito de um fio dando relevo, que se sobrepõe ao desenho da renda.

—> Clique para ver opções de Renda Cordonê

Tecido renda cordonê da Maximus Tecidos

BICO DE RENDA: Feito em formato de “tiras” para detalhes como barrados, punhos ou golas.

—> Clique para ver opções de Bico de Renda

Tecido bico de renda da Maximus Tecidos

Além das rendas, o tule também ganha o centro das atenção quando se trata de vestidos de moda festa. O tule deixou de ser aquele “tutu” das roupas de ballet e passou a dar um toque sensual, mas sutil, nos vestidos de noiva. Seja para dar aquele volume de princesa ou para mostrar um pouco de pele. Sabe aquela transparência que instiga, mas não revela completamente? É um efeito do tule!

Os fios entrelaçados criam uma rede transparente, que apesar da delicadeza, é firme e estável. Pode ser de malha, ilusion e de armação. A tela é bem parecida, mas seus fios se entrelaçam de maneira mais espaçada, o que torna as tramas do tecido mais abertas. Você pode usar no vestido todo ou apenas para algumas partes do vestido. Para isso, é preciso entender as características de cada tipo de tule. Vamos lá?

TULE BORDADO: A base do bordado é o tule e a tela bordada. Pode compor apenas algumas partes de um vestido, como as mangas, ou pode estar por todo ele. Ótimo para detalhes como bolsos, saiotes, sobreposições e aplicações. Recomendado também para blusas e camisas femininas mais formais.

—> Clique para ver opções de Tule Bordado

Tecido tule bordado da Maximus Tecidos

TULE FILÓ (TULE DE ARMAÇÃO): Também é conhecido como tule de algodão. É a principal matéria prima de véus de noivas. Quanto mais algodão, melhor é a qualidade do tule. É pesado e macio, com bom caimento. Ideal para fazer armação de saiotes de saias de moda festa, noiva e infantis.

—> Clique para ver opções de Tule Filó 

Tecido tule filó da Maximus Tecidos

TULE ILUSIONE: Por ser um tecido fino, o tule ilusione é um complemento para peças de outros tecidos. Ele causa uma ilusão de que não tem nada na pele. É preciso tomar cuidado para fazer o jogo de “mostra e esconde” para não expor demais!  Mas é um ótimo tecido para sustentar decotes mais profundos, mangas ou costas em vestidos e macacão, além de detalhes em peças de moda praia e lingeries.

—> Clique para ver opções de Tule Ilusione

Tecido tule ilusione da Maximus Tecidos

TULE FRANCÊS: Tem uma trama mais requintada e oferece efeito de brilho. Apesar de fino, permite um efeito volumoso sem perder a transparência. Parece uma “nuvem” se a quantidade de camadas for grande. Está entre os tecidos mais românticos que existem. Ideal para armar vestidos no estilo princesa, para véus de noiva e até mesmo para artesanato.

—> Clique para ver opções de Tule Francês 

Tecido tule francês da Maximus Tecidos

TULE CRISTAL: Todos os tecidos acetinados levam essa denominação “cristal”. Assim, todos os tules que têm esse aspecto brilhoso são chamados de cristal. 

—> Clique para ver opções de Tule Cristal 

Tecido tule cristal da Maximus Tecidos

TULE COM GLITTER: Tule em variadas cores com brilhos maiores e menores.

—> Clique para ver opções de Tule Glitter 

Tecido tule com glitter da Maximus Tecidos

c) TOQUE FINAL: ACABAMENTOS

Além dos tecidos, um vestido de noiva precisa de detalhes para deixar o seu acabamento mais perfeito. É o caso do crinol.

Para um vestido com um volume elegante, o crinol é indispensável / Foto: Maximus Tecidos

O crinol é semelhante ao tule, porém é mais firme e encorpado. Tem a função de deixar o vestido com um volume único, além de dar um acabamento especial na barra de vestidos feitos em tules e tecidos leves.

Quer saber mais sobre o Crinol? Então Leia aqui!

Gostaram?! Que tal dar uma olhadinha em mais inspirações?! Veja as opções de Moda Noiva da Maximus Atelier e descubra uma infinidade de tecidos na loja virtual da Maximus Tecidos Finos! 😉

Assuntos Relacionados

Comentários

3 respostas

  1. Que aprender a Costurar? A Maximus Tecidos acaba de lançar um Curso de Costura Online super completo, com mais de 160 aulas. As alunas tem 5 anos de acesso as aulas, suporte por WhatsApp para dúvidas diretamente com a Estilista e Professora Nea Santtana e Certificado de Costureira Profissional ao concluir todas as aulas, Clique no link para saber todos os detalhes, conteúdo das aulas, garantia e como fazer sua matrícula: https://materiais.maximustecidos.com.br/curso-de-costura-online-costura-de-sucesso-nea-santtana

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *